sábado, 17 de março de 2007

Amanda Julieta

A Vida do Beija-flor

Em bardos encontros a mais sincera pureza da vida, em fatos a realidade do dia-dia, em meu redor a vivência dos meus dias. Encontro todos os dias o que não se chama de surpresa, os dias passam a serem iguais, quando mais uma vez encontro, me deparo com pessoas superficiais, se resumem a público. Mas nas páginas de minha vida está escrito algo diferente, grifado, importante acontecimento no ano dois mil e seis. Está escrito assim: "Estudos, cadernos, pessoas. Vários objetos vistos na sala de aula. Mas algo chama atenção. Primeiramente pela sua voz, depois pela beleza, simplicidade, inteligência. Na verdade, era diferente de todos que a rodeavam, era uma negra baixinha, quem sabe futura jornalista, pois este era seu sonho". Era a diferença mais igual que já tinha visto, pois de seus lábios saíam palavras confusas, mas que todos entendiam. Em suas pernas pairavam o gingado da verdadeira baiana e dos poemas e crônicas saíam a verdadeira realidade da vida cotidiana do brasileiro. Desde seus All Stars até as suas trancinhas, se tinha uma amiga, irmã ou parceira daquela que quer bem - e espera vê-la
crescer, pois força de vontade não falta nessa menina de olhos brilhantes... Chamada Amanda julieta.
Descobrir que sou um sonho perdido no tempo e que trilha um caminho que nao sei o fim mas caminho mesmo assim, pois olhar o futuro é impossivel mas minhas metas farão com que eu ao menos tenha uma previsao do que na minha frente ira acontecer.O meu hoje sempre esta atraz do muro, onde eu nao posso ver teu horizonte.Meu passado nunca sera esquecido para eu poder aprender com ele e saber o que fiz de errado e nao cometer o erro de novo.Sou um criatura,homem ou mulher,animal ou pessoa,sou uma petala em busca do teu chao,sou o mar em ventania querendo me aproximar da terra,sou a balança que tenta controlar meus passos,sou um bicho voante,dizia que ia em busca da liberdade agora digo que buscava uma flor com todo o nectar que um beija flor quer provar.tao doce,tao pura.Nao tenho certeza se essa flor ficará para sempre em meu diario,mas quero te-lá sempre em minhas paginas para sempre ler tuas petalas, a sua sinceridade,sentir teu cheiro de amor e tua cor brilhante e perfeita.Descubro agora e sempre que os momentos sao passageiros,o tempo é passageiro, mas o que nunca sera passageiro em mim todos os momentos de amor e admiraçao e felicidade que tive com todos aqueles que me faz e me fizeram bem.Amo para sempre minha vida,amo para sempre minha mae e amo para sempre minha Rosa.

quarta-feira, 14 de março de 2007

maos

Essas sao minhas mãos,são essas que voce ve.elas te fazem carinho e te faz sofre.ela digita sem escrever.Age ao levar o alimento ate a boca.É ela que entra em um campo quente e faz estremecer o estagio. São as mãos do Deus,ou da Deusa que te guia ate o outro lado da esquina.Em uma expressao de adeus se despedi em um movimento formado pelo arco-iris.Preciso alertar, pois estamos perdendo o contato.Precisamos agora e sempre plantar o alimento com as mãos e colher com elas.Precisamos dar carinhos a nossoa amores com as nossas mãos.O controle de seus atos ainda dependi da mão.abra os olhos sua mao é o controle de tudo em sua vida.

arco-iris

abro agoro um arco-iris de diversidade de cultura,raças ,etnias e conhecimento.onde cada cor tem seu significado em qual quer coisa,em qual quer intante.abro um arco-iris de formas diversas de expressao de sentimentos e oportunidades.Quero mostar a voce o que tenho oprtunidade de conhecer, de tudo que aconteci ao redor em forma de musica, poesia,texto,teatro.abro agora as cortinas do teatro da nossa vida.
Ocorreu um erro neste gadget